Como ajudamos a melhorar a obra de Niemeyer?

Sempre nos perguntamos: é possível melhorar uma obra reconhecida mundialmente, tombada pelos órgãos de patrimônio históricos e culturais do país?

Em novembro de 2013, no espaço de poucas horas, um incêndio de grandes proporções consumiu o auditório Simon Bolívar, um dos cartões postais que integram o icônico MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA, projetado pelo mestre Oscar Niemeyer. Junto com o auditório, também foi perdida a magnífica tapeçaria de 700m² da artista Tomie Ohtake, mãe do arq. Ruy Ohtake, um dos discípulos mais fervorosos do Mestre. Ironicamente, a tapeçaria, com suas cores quentes e vibrantes, remete à lembrança de uma “labareda”.

O infortúnio nos permitiu explorar mais a fundo esta magnífica obra, adequando o peso dos anos às mais modernas técnicas de acústica, conforto térmico, acessibilidade e segurança passiva das edificações, deixando para trás a tragédia e entregando um dos mais seguros auditórios do Brasil.

Por meio de uma concorrência pública, o Governo do Estado de São Paulo licitou o restauro do auditório, e tivemos a satisfação e privilégio de sermos o “braço de projetos” da AMMARXSEN Engenharia e Construções. Coube a nós detalharmos os implementos e complementos necessários à revitalização do Auditório, seguindo as diretrizes da Fundação Memorial da América Latina, obtidas nas discussões do arq. responsável Paulo Werneck com os órgãos de defesa do patrimônio histórico municipal e estadual.

Além da recuperação estrutural (possível em função de um sistema construtivo com um “bom DNA”), definida e acompanhada pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), nosso papel foi o de coordenar os projetos de combate a incêndio, ar-condicionado, elétrica, acústica e cenotecnia. Foram realizados o restauro da caixilharia e da monumental parede de espelhos, a iluminação e a sinalização de segurança, a acústica da sala de espetáculo, palco e urdimento, e a casa de maquinas para sistemas de ar condicionado, geradores, e painéis elétricos.

Uma atenção especial foi dada aos sistemas de combate a incêndio, inclusive aumentando reserva e bombas, a fim de melhorar a segurança passiva de todo o complexo Memorial da América Latina. Essas medidas foram fundamentais para conseguirmos o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) documento obrigatório para a reabertura do auditório.

Outra frente de trabalho da GATE foi propor as adequações de acessibilidade. Foram introduzidos o piso tátil; guarda corpos em vidro para não agredir a arquitetura original; instalação de corrimãos duplos em rampas e escadas;  introdução de elevadores PNE; reforma total dos banheiros públicos, introduzindo sanitários PNEs; adequação da portas de saídas de emergência; e rampas interna para deficientes, garantindo a circulação em todas as áreas do complexo.

A conclusão é que sim, é possível melhorar uma obra reconhecida mundialmente. Sempre é possível, desde que haja respeito ao Artista e atendimento às normas vigentes.

Parafraseando Valéry: um poema não se termina nunca, simplesmente se abandona.

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Outros artigos

O que é retrofit?

O QUE É RETROFIT? É um termo utilizado para caracterizar Revitalização de Edifícios para atualização profunda de sua função e/ou de suas instalações, visando a

LER »

Planejamento

PLANEJAMENTO Ato de antever todas as atividades que precedem o ato de construir e seus desdobramentos. Neste caso: Planejamento de uma obra em lote urbano.

LER »

Trabalhando no CEU

Em 2005, após a eleição do José Serra para prefeitura da Capital, tivemos a oportunidade de integrar a equipe do competente arquiteto Walter Makhol, na

LER »